Créditos: Reprodução

Créditos: Reprodução

Junto com o anúncio das Steam Machines, em setembro, a Valve havia prometido que lançaria, ainda neste ano, 300 protótipos dos computadores “para a sala de estar”. As especificações técnicas deles, no entanto, só foram reveladas agora, e como era de se esperar, não vão ser as mesmas em todas as máquinas.

Em termos de processadores, serão usados em algumas das primeiras Steam Machines um Intel Core i7-4770, da série Haswell. Algumas outras virão com um Core i5-4570, também de última geração, enquanto as de menor “porte” estarão com um i3 não especificado. A GPU variará entre uma Nvidia Titan, uma GTX780, uma GTX760 ou uma GTX660.

Um dos únicos aspectos não variáveis das Steam Machines é a memória RAM, DDR3 de 16 GB e frequência de 1600 MHz. Um híbrido SSHD será o responsável pelo armazenamento de dados, com 1 TB de disco rígido e 8 GB de memória flash, enquanto a fonte será de 450 W. No caso dessa última, por mais que seja uma 80Plus Gold, não se sabe que mágica a Valve fez para ela aguentar uma Titan – pela Nvidia, a placa exige ao menos 600 W.

O design das máquinas não foi revelado – “elas não estão finalizadas o suficiente”, de acordo com a Valve –, mas as dimensões serão de aproximadamente 30,4 x 31,4 x 7,3 centímetros. Uma caixa razoavelmente pequena, de fato.

Vale lembrar que as Steam Machines serão todas abertas, e os donos delas poderão fazer as modificações de hardware e software que quiserem. Assim, os 300 felizardos que receberam uma em casa poderão até mesmo instalar um Windows no lugar do Steam OS, caso não esteja satisfeitos – ou trocar o i3 por um i7, se tiverem a verba necessária. O mesmo vale para as empresas parceiras da Valve, que devem lançar outros modelos com configurações e tamanhos diversos em breve.

Pin It on Pinterest