Escolha uma Página

structure

Scanners 3D e câmeras de realidade aumentada não são novidade, mas é raro encontrar ambos em um acessório para tablets. O Structure Sensor é, justamente, o resultado de um projeto bem sucedido de Kickstarter com essa finalidade. Essencialmente, ele é um Kinect para iPad, mas a parte realmente interessante é que seu escopo vai muito além dos jogos e a câmera pode, em teoria, funcionar com qualquer eletrônico que suporte USB.

Como mencionado acima, o Structure Sensor funciona a partir dos mesmos princípios que o Kinect: um projetor de raios infravermelhos ilumina o ambiente com raios de luz estruturada que são refletidos pelos objetos da cena e, por fim, captados por uma câmera. Como o padrão de luz é conhecido, o sensor pode inferir a distância dos objetos a partir da maneira como os raios são refletidos. A abordagem quase idêntica não é coincidência. O projeto contou com a colaboração da PrimeSense, famosa por ter desenvolvido o hardware do Kinect.

Ainda assim, há pelo menos uma diferença entre os dois aparelhos: o Structure Sensor também possui duas lâmpadas externas de LED infravermelho que podem projetar luz uniforme sobre a cena. Combinadas com a câmera, elas conferem uma versão limitada de visão noturna ao acessório. Outra característica notável é que a câmera é capaz de distinguir objetos a uma distância de 40 cm até 3,5 m.

De qualquer forma a parte mais excitante do Structure Sensor é que ele tem pretensões de se tornar algo como uma plataforma agnóstica. Mas talvez essa não seja a impressão inicial que alguém teria ao ler rapidamente as especificações do produto. Todo o design do aparelho, desde o corpo de alumínio até o tamanho de seu suporte, foram feitos para combinar com o iPad 4 (além do iPad Air e do iPad Mini). A conexão padrão também é a Lightning da Apple e o SDK funciona em conjunto com o Xcode.

Ainda assim, a Occipital, responsável pelo projeto, desenvolveu o Struture Sensor com drivers abertos. Isso significa que ele tem potencial para ser controlado a partir de qualquer máquina cujo sistema operacional possa servir como host de USB, incluindo PCs com Windows e smartphones Android. A empresa também fornece esquemas abertos de CAD para que terceiros possam projetar suportes para outros tablets ou para qualquer outra finalidade.

Outro diferencial é que os criadores do Structure Sensor vêem os jogos de realidade aumentada como apenas uma das possibilidades de uso do aparelho. Os demos que o acompanham incluem uma aplicação que pode capturar objetos e transformá-los em modelos 3D prontos para impressão. Algo similar também pode ser feito com o cômodo de uma casa, por exemplo, que é transformado em um modelo tridimensional navegável. É claro que a precisão de um scanner 3D estacionário como os da MarkerBot é muito superior, mas o processo de captura é bem mais fácil e rápido com o Structure Sensor.

A Occipital promete que os primeiros modelos chegarão ao mercado no próximo outono por 349 dólares.