Boa parte da atração exercida por smartphones e tablets deriva da mobilidade. Mas essa vantagem também tem seus riscos: celulares são frágeis e facilmente se perdem. Daí a importância do backup, especialmente para quem depende da telinha para trabalhar. Mas prender um aparelho móvel por USB a um storage não deixar de ser inconveniente. Com o Personal Content Station, a Sony pretende aliviar esse problema.

Essa pequena vasilha branca usa NFC para estabelecer uma conexão Wi-Fi peer-to-peer mais facilmente. Basta encostar o celular no storage para que os dados comecem a ser transferidos. Claro, eletrônicos que não possuem NFC, como o iPhone, podem ser conectados manualmente. O Personal Content Station também faz streaming de fotos, vídeos e música por DLNA, além de poder ser acessado pelo internet por uma interface web. Um dos recursos mais interessantes, no entanto, é a presença de um decodificador de vídeo que converte filmes AVCHD em MP4, tornando-os mais adequados para celulares e tablets.

Quanto às especificações sem si, o Personal Content Station tem espaço para 1 TB de arquivos e opera redes wireless em duas bandas (2,5 GHz e 5 GHz). Infelizmente, o adaptador Wi-Fi é apenas a/b/g/n. Considerando o volume de dados que esse storage pode conter, o IEEE 802.11ac seria bem vindo. Da mesma forma, a opção da Sony pelo padrão USB 2.0 é questionável, já que tantos produtos estão adotando o USB 3.0. Por outro lado, a presença do leitor de cartões SD vai agradar quem quer que tenha uma câmera e a saída de vídeo HDMI fará o mesmo para quem tem uma TV 1080p.

A previsão é que o Personal Content Station esteja à venda no Japão a partir de 30 de Abril, por 299 dólares.

Pin It on Pinterest