Zeiss 50mm 2

Stanley Kubrick tornou-se famoso por sua técnica cinematográfica realista em uma época na qual o cinema ainda não se resumia a uma sucessão de cubículos verdes. Sua formação de fotógrafo possibilitou a criação de filmes de composição absolutamente impecável: desde a simetria enigmática de 2001: Uma Odisséia no Espaço até o ponto de fuga central de Nascido para Matar. Quando surgiu o desafio de gravar um filme ambientado no século XVIII, Kubrick logo percebeu que as raríssimas lentes Carl Zeiss de abertura f0,7 seriam indispensáveis. O resultado foi Barry Lyndon (1975) uma das maiores realizações técnicas da história do cinema. Agora, graças à empresa alemã P+S Technik, essas mesmas lentes estão disponíveis para uso por meros mortais (desde que eles possam pagar o preço, é claro).

Barry Lyndon exigia um tipo muito especializado de equipamento por causa de seu cenário. Como produzir um filme realista sobre uma sociedade que existia em um mundo sem eletricidade, iluminado apenas por velas e lareiras? Como um filme, por definição, depende de movimento, não seria possível simplesmente aumentar o tempo de exposição. A resposta, portanto, é utilizar uma lente de abertura ampla que capture o máximo possível da luz ambiente.

Como nas pinturas barrocas, Barry Lyndon frequentemente utiliza cenas de contraste intenso.

Como nas pinturas barrocas, Barry Lyndon frequentemente exibe cenas de contraste intenso, nas quais as lentes Zeiss são essenciais. O filme também apresenta o ponto de fuga central que é uma marca registrada de Kubrick.

Felizmente, a Carl Zeiss havia desenvolvido as objetivas perfeitas para esse tipo de tarefa alguns anos antes. Elas haviam sido encomendadas pela Nasa para o programa Apollo de exploração lunar nos anos 1960. Apenas 10 modelos foram produzidos e Kubrick comprou 3.

zeiss par

As duas objetivas que a P+S Technik está oferecendo para aluguel são lentes prime de 50 mm e 35 mm. Elas são acompanhadas de uma filmadora não menos impressionante, a PS-Cam X35 HD. Esse brinquedinho é capaz de filmar em 1080p a até 450 FPS. A X35 também filma em RAW (12 bit) ou pode trabalhar com dois perfis diferentes de codificação de cor (4:2:2 e 4:4:4). Resumindo, é um monstro de câmera.

Mas, afinal, quanto custa esse pacote? Talvez não seja surpresa que a coluna de preço no site da P+S Technik exiba a frase “por demanda” ao lado do kit que contém as lentes. Considerando que a filmadora sozinha custa 750 euros (quase 2,300 reais) por dia de uso, é melhor dispensar a especulação e se contentar com o filme de Kubrick, que já está pronto:

Pin It on Pinterest