Escolha uma Página

samsung-chromebook-2

A Samsung apresentou nesta semana a segunda geração de sua linha de Chromebooks, os notebooks que rodam o sistema Chrome OS, que é baseado no navegador de internet da empresa.

Serão duas versões. Uma delas terá tela de 13.3 polegadas com resolução Full HD de 1.920 por 1.080p e outra que conta com um display um pouco menor, com 11,6 polegadas e resolução de 1.366 por 768p. A primeira edição terá o processador Exynos 5 Octa processador, que é da própria Samsung. Ele tem velocidade máxima de 2,1 GHz,  menos do que o smartphone Galaxy S5. A versão com tela menor terá o mesmo chip, mas com velocidade de 1.9 GHz.

Ambos modelos contarão com 4 GB de memória RAM, suporte a microSD e apenas 16GB de armazenamento. Esse pouco espaço em disco para guardar arquivos se deve ao fato de que os Chromebooks são projetados para a navegação web e para a utilização dos serviços em nuvem do Google, o que inclui o Google Drive, uma pasta virtual com até 15GB para armazenar arquivos. A empresa oferece atualmente 50GB de espaço gratuito no serviço para quem comprar um Chromebook.

samsung chromebook 11

Os aparelhos chegam ao mercado americano e canadense em abril deste ano. O modelo de 13,3 polegadas custará 399 dólares, enquanto o de 11,6 polegadas será vendido por 320 dólares. Como são aparelhos mais baratos do que rodam sistema Windows, os Chormebooks vendem bastante na loja virtual Amazon nos Estados Unidos. No ano passado, cerca de 20% das vendas do último trimestre foram as de Chromebooks.

No Brasil, a Samsung lançou neste ano a primeira geração de Chromebooks. Ainda não há previsão de chegada dos aparelhos ao país.

Chrome OS

Lançado em 2010, o Chrome OS é uma versão estendida do navegador de internet do Google, baseada em Linux e de código aberto.  Nele, os programas são, na verdade, complementos de navegador disponíveis na Chrome Web Store. Todos os serviços do Google já estão configurados na sua área de trabalho, basta fazer o login: Gmail, Google Drive, Chrome, YouTube e tudo mais.

O Chrome OS não está disponível para download para que você possa instalar no seu notebook, já que ele funciona de forma integrada a um processador.

Limitado? Sim, o sistema é bastante simples e não consegue rodar aplicativos a menos que eles estejam na web — exceto complementos. Não é possível, por exemplo, usar um pacote Adobe tradicional. No entanto, o foco dos Chomebooks é justamente o público que não realiza essas tarefas normalmente, ele é, como indica o nome do sistema, voltado apenas à navegação web.