Pais e filhos que se reencontraram após anos graças à Internet

por | ago 9, 2012 | Sem categoria, TechTudo | 0 Comentários

O recente caso do homem que encontrou um filho perdido 21 anos depois graças ao Facebook está longe de ser um fato raro. Há muitos relatos parecidos com esse surgindo constantemente nas redes sociais, famosos por unir pessoas separadas pelo espaço e tempo.

Em clima de Dia dos Pais, o TechTudo aproveitou para relembrar mais alguns reencontros entre pais e filhos envolvendo redes sociais como o Facebook, Youtube e Google+.

5- Darryl Williams Jr. tem o mesmo nome do pai, embora não tivesse sua companhia desde que tinha apenas cinco anos. Graças ao Facebook, ambos puderam se reencontrar no fim de 2011. Eles haviam perdido contato quando a criança se mudou junto com a mãe.

pai5Darryl Williams Jr. e Darryl Williams Sr. (Foto: Reprodução)

Darryl, o pai, encontrou e adicionou o filho no Facebook. No mesmo momento, ambos começaram a conversar por chat e não demoraram para se encontrar: o pai recebeu seu filho em sua própria casa apenas duas horas depois. Um reencontro que demorou 25 anos para acontecer. [NBC San Diego]

4- Jason Philips contou com o apoio de sua esposa para encontrar seu pai pela primeira vez aos 26 anos. Criado pelos avós maternos, nunca teve a oportunidade de conhecê-lo anteriormente, apenas sabia que ele se chamava Ken Smith.

pai4Ken Smith e Jason Philips (Foto: Reprodução)

Kimberly, sua mulher, pediu ajuda aos membros de um grupo do Facebook de ex-alunos da escola onde conheceu Jason. Ela conseguiu uma antiga foto de Ken e, a partir daí, procurou por “Ken Smith” na rede social até encontrar um homem muito parecido com aquele da fotografia.

A esposa de Jason entrou em contato com ele e todos os “Smith” que estavam no Facebook de Ken. Depois de ficarem dois dias sem receber uma resposta, a mãe de Kimberly descobriu no Google o telefone de uma antiga empresa que pertencia a Ken Smith antes de vendê-la. Não demorou muito até eles finalmente entrarem em contato com o pai de Jason e agendassem um reencontro, ocorrido em 17 de Março de 2012. [The Ferndale 115 News]

pai3Frances Simpson e Tony Macnauton (Foto:
Reprodução)

3- Frances Simpson demorou 48 anos para reencontrar seu pai. Ela tinha apenas três quando viu Tony Macnauton pela última vez, pouco antes dele se separar de sua mãe.

Após 33 anos de procura, ela descobriu que tinha uma meia-irmã chamada Kim Macnauton. Frances encontrou a jovem de 19 anos no Facebook. “Isso vai ser meio chocante… mas eu acho que sou sua irmã”, escreveu em uma mensagem. Após o primeiro contato, ambas trocaram telefones e agendaram um encontro entre pai e filha, separados a mais de 300 km de distância.

Aos 51 anos, em janeiro de 2010, ela se reuniu com seu pai. Tony Macnauton acabou não só reencontrando sua filha, como descobrindo que era avô e bisavô! Depois de passar um fim de semana com seu pai, Frances levou-o para conhecer toda a família na sua casa em um domingo. [Mail Online]

pai2Andy Spiers-Corbett e Graham Corbett (Foto:
Reprodução

2- Mesmo morando a apenas meia hora de distância de carro, Andy Spiers-Corbett levou 37 anos para encontrar seu pai, de quem havia se separado aos dois anos. Tudo que ele fez foi pesquisar no Facebook pelo nome “Graham Corbett”.

Andy havia encontrado cerca de 15 homônimos, mas não teve dúvidas quando reconheceu a foto de um deles. Ambos trocaram mensagens no Facebook e pouco mais de uma semana depois se encontraram, em maio de 2010. Andy conheceu seus três meios-irmãos e sobrinhos e apresentou seu filho de 11 anos ao avô.

Graham Corbett era policial militar na Grã-Bretanha e só podia vê-lo quando estava de licença. Uma vez, ao devolvê-lo à mãe, de quem havia se separado, Andy não parava de chorar. “Aquilo partiu meu coração e o deixou tão magoado que eu decidi que não podia vê-lo mais. Foi uma das piores decisões que já tomei”, revelou Graham. [Mail Online]

1- Travis Prescott falou com seu pai pela primeira vez através do Hangout, recurso do Google+ que permite que conversas em vídeo sejam transmitidas ao vivo para outros usuários.

Pai e filho se encontraram pela primeira vez pelo Hangout do Google+ (Foto: Reprodução/YouTube)Pai e filho se encontraram pela primeira vez pelo Hangout do Google+ (Foto: Reprodução/YouTube)

Tudo começou com um vídeo publicado em dezembro de 2011 no YouTube pelo blogueiro James Worley, do site True American Story. Ele se comoveu ao ver Ron Paul Burden, um mendigo ex-soldado da Flórida que estava correndo atrás de um ônibus que não parou no ponto para ajudar um deficiente físico. Comovido com o gesto, Woley gravou um depoimento de Burden, em que ele conta sobre sua vida e fala sobre as dificuldades de morar na rua.

Meses depois, Travis Prescott descobriu o vídeo enquanto navegava na Internet e reconheceu Ron como seu pai, embora eles nunca tivessem se visto. Ele entrou em contato com James Worley e combinou um encontro via Hangout com seu pai, realizado em 3 de Agosto de 2012. [Yahoo News]

By Adilson

Confira estas postagens relacionadas

Em Busca da Cidade Mais Perigosa da Internet, o documentário da Norton sobre cibercrime

Em Busca da Cidade Mais Perigosa da Internet, o documentário da Norton sobre cibercrime

O que leva um hacker a invadir sistemas ou interceptar dados? Interesses financeiros? A adrenalina do desafio? Motivações políticas? O apreço pelo caos? A Norton decidiu abordar o assunto em um documentário deveras interessante: Em Busca da Cidade Mais Perigosa da Internet. Líder mundial em segurança digital, a Norton utilizou a sua vasta

ler mais

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest