Escolha uma Página

Leica-M-P-240

O ciclo de update da Leica costuma ser relativamente longo, mas a lenda da fotografia de rua está bem ativa neste ano de 2014. Depois de introduzir uma linguagem de design nova com a Leica T, seus engenheiros decidiram renovar a venerável linha M.

Contudo, quando o assunto é Leica, “renovar” talvez seja uma hipérbole. Excetuando-se o parafuso que agora ocupa o lugar do famoso logo da marca, a nova Leica M-P é quase idêntica à atual Leica M (Typ 240). Segundo os alemães, isso faz com que a câmera se torne “notavelmente inconspícua”.

Por dentro, as mudanças são um pouco mais substanciais. Ela continua usando um CMOS Full Frame de 24 MP, mas o silício, batizado de Leica MAX, é supostamente novo. É possível que a Leica esteja usando uma variação do sensor da excelente Sony RX1. Afinal, eles já usam um sensor da Sony na Leica T. Por outro lado, a Leica T é uma espécie de modelo “econômico” da marca e a Leica M atual usa um chip especial projetado pela belga CMOSIS. De qualquer maneira, trataria-se de uma solução específica para a Leica, pois a M-P só grava vídeo em 1080p a 25 FPS, enquanto a RX1 atinge 60 FPS na mesma resolução.

Um novidade interessante é que a câmera agora tem um frame buffer de 2 GB.  Tal quantidade de memória permite que a M-P capture até 24 fotos consecutivas a 3 FPS em resolução máxima. A câmera também mantém o LCD traseiro de 3″ da Leica M, mas este agora será protegido por uma camada de cristal de safira para evitar riscos.

Apesar da ausência do ponto vermelho, algo que definitivamente não é inconspícuo é o preço da máquina. A M-P chega ao mercado em 1 de Setembro por US$7.950 (só o corpo). Já a Leica M comum não apenas continuará a ser vendida, ela se tornará mais cara: de US$6.950, a máquina passará a ser vendida por US$7.250.