Lacie-CloudBox

Lacie CloudBox 1TB em atividade – Foto: INFOlab

É angustiante depender de conexão com à internet para acessar seus próprios arquivos. Mais angustiante ainda é descobrir que o espaço que você tem online é insuficiente para todos os seus arquivos pessoais. É aí que o Lacie CloudBox faz a diferença. Ele um mini servidor de armazenamento de rede com funções semelhantes a serviços populares, como o Dropbox, mais alguns bons extras.

Lacie-CloudBox-Conexoes

Conexão do cabo Ethernet em destaque – Foto:INFOlab

Configurá-lo é uma tarefa bem simples. Basta conectar o Lacie CloudBox na rede cabeada de seu roteador doméstico e baixar o aplicativo Lacie Network Assistant (Disponível para Windows, Mac OS X e Linux). Para Mac, o instalador tem 32,3 MB. Depois de instalar, rode o assistente. Um ícone aparece no Finder. Vá até a opção Lacie Cloud-Box e depois Web Access. Uma janela com a interface de configuração dele aparece no navegador.

Lacie-CloudBox-Web

Interface web simplificada – Foto: INFOlab

Há controle de usuário, permissões de pastas, servidor de download (para você programar downloads automáticos via torrent, http ou ftp) e acesso remoto via site http://mynas.lacie.com/. Mas atenção: é importante você liberar a porta de acesso no seu roteador para o dispositivo (port fowarding). No acesso você já cai no gerenciador de arquivos (você pode acessar na rede local através do endereço http://lacie-cloudbox.local/browser/). Há também atualização automática e serviço de backup (local ou via rede). Muito prático e simples.

O CloudBox é comercializado aqui em três versões: 1 TB, 2 TB e 3 TB. Sempre na cor branca, com visual monólito branco. Com visual idêntico a modelos que já passaram pelo INFOlab (testamos um que era preto brilhante). Há um LED frontal que indica se o HD está ativo. Se pretente usar intensivamente o HD, evite usar a opção que desliga o HD (modo econômico). Ela faz barulhos irritantes (porque desliga e liga o HD quando passa um tempo de inatividade).

A versão que chegou para teste é de 1 TB. O preço estimado varia de cerca de 680 reais até 899. Logo, o custo por gigabyte é aproximadamente R$ 0,66. Um valor razoável (na melhor das hipóteses). Pena que faltam opções de redundância e expansão(no modelo que está no INFOlab) e suporte a Wi-Fi.

Pin It on Pinterest