SwannEye

Visual sóbrio e tamanho avantajado são características do modelo – Imagem: INFOlab

Quem quer uma câmera para vigilância remota capaz de se movimentar para filmar o ambiente pode recorrer a SwannEye. A câmera IP tem um motor de rotação capaz de girar 350 graus na horizontal e 100 graus na vertical, inclusive de forma automática. A resolução da imagem é no máximo 640 por 480 pixels com 30 quadros por segundo e há infravermelho para visão noturna com alcance até 10 metros.

Para instalar ela no teto por exemplo, ela vem com uma base de acrílico que você encaixa na parte inferior e parafusa em uma placa, também de acrílico. Na interface você configura para inverter a imagem e pronto. Já pode ver o ambiente todo. Como ela não tem proteção física e a sensibilidade a luz é sofrível, o melhor mesmo é utilizá-la em ambiente interno.

SwannEye_Conexões

No detalhe a antena da rede e as conexões – Imagem: INFOlab

Para que ela funcione é preciso conectá-la na rede cabeada primeiro, para depois configurar a conexão sem fios no padrão 802.11 b/g. Infelizmente nada de rede no padrão 802.11n e menos ainda 802.11ac (padrão mais novo). Ela tem ainda uma saída e uma entrada P2 para microfone e caixa de som. Vale dizer que ela tem microfone embutido também. Há ainda entradas e saídas para acionadores de alarmes externos.

Pelo utilitário de descoberta de rede, você encontra facilmente o endereço da interface web. Alias vale menção que a interface é feia, mas não é espartana. Nela é possível configurar até 8 usuários com perfis de visitante, operador e administrador. Infelizmente a cada novo usuário é necessário reiniciar a câmera. São dois modos de visualização: móvel e normal para Windows, Linux e OSX, preferencialmente nos navegadores Internet Explorer, Firefox ou Safari. Inclusive o primeiro navegador da lista é o que possui maior quantidade de recursos, algo comum, mas incômodo, na maioria das câmeras com controle de movimento.

 

SwannEye 2

A interface no Internet Explorer tem mais recursos do que em outros navegadores – Imagem: INFOlab

Os recursos da interface web são bons. É possível movimentar com facilidade a câmera. A interface consegue agregar até 9 câmeras da mesma marca (uma visualização única para todas, como um painel de controle). Você pode ouvir o ambiente monitorado e gravar imagens e vídeos quando houver detecção de movimento. O conteúdo gerado pode ser enviado para servidor FTP (mas não uma pasta compartilhada na rede). Há ainda software para Android e iOS.

A Swann definitivamente é uma marca pouco conhecida por aqui. No INFOlab nunca havíamos testado uma câmera de segurança IP da marca. Mas a Swann tem tradição. Ela foi fundada em 1987 por David Swann na Austrália e desde então distribui eletrônicos pelo mundo, notavelmente na área de segurança. Esperamos ver mais da marca por aqui, especialmente as câmeras de resolução maior. A SwannEye (modelo SWADS-440IPC) começa a ser vendida este mês por salgados 999 reais.

Pin It on Pinterest