Escolha uma Página

drone foto

Uma colaboração entre pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology e da Universidade de Cornell produziu um drone que é capaz de acompanhar os movimentos de um fotógrafo e iluminar a modelo que ele está capturando. Veja o vídeo do robô em ação abaixo.

A máquina monitora a modelo em duas perspectivas: por uma câmera montada em seu próprio corpo e pela câmera do fotógrafo, que envia um vídeo contínuo de 20 FPS para o drone. Ao comparar as duas fontes de imagens, a aeronave pode terminar a posição relativa do fotógrafo e da modelo, reposicionando-se de acordo com os movimentos de ambos para manter uma iluminação consistente.

Há duas fontes de luz no drone: um flash e uma lâmpada contínua. Esta última é especialmente útil porque a coluna de luz projetada sobre a modelo é justamente o elemento de referência que a máquina usa para se posicionar. Em outras palavras, ela percebe se a modelo está de frente ou de lado ao monitorar a espessura da coluna de luz refletida (naturalmente, a coluna refletida por um ombro é bem mais fina que a refletida por um busto).

No caso, o estilo de retrato chiaroscuro foi utilizado porque ele exige um controle de luz particularmente preciso, mas outros gêneros de fotografia também podem se beneficiar desse sistema. A ideia é que o sistema seja integrado ao uma interface simples na própria câmera com a qual o fotógrafo poderia determinar o ângulo e a intensidade da luz.

Obviamente, esse drone não vai se tornar um produto no futuro próximo. Problemas como o barulho e o vento produzido pelas hélices podem ser prejudiciais para o trabalho do fotógrafo. A pessoa a ser fotografada também pode ficar um pouco desconfortável na presença de um drone voador, algo absolutamente indesejável para uma sessão de retratos. Ainda assim, a tecnologia tem potencial. No mínimo, ela pode ajudar nas ocasiões em que o assistente de iluminação não pode se posicionar no local correto por qualquer motivo.

 

Via MIT.