PPX2480

Philips PPX2480 – Foto: Divulgação

Os diodos emissores de luz, os afamados LEDs, estão no mercado há décadas. No ramo das imagens, projetadas ou não, o que chama atenção é a alta taxa de contraste e principalmente o consumo bem menor que as tecnologias concorrentes. Os microprojetores ou picoprojetores se aproveitam destas vantagens. Tivemos a oportunidade de testar alguns deles no INFOlab e a experiência sempre foi: “Precisamos de mais luz aqui” e “É um bom quebra galho em reuniões familiares ou pequenas apresentações na empresa”. Os novos projetores da Philips conseguem ser pequenos e potentes com esta tecnologia.

PPX2055

Philips PPX2055 – Foto: Divulgação

Os modelos de projetores de bolso Philips PicoPix 2055, PicoPix 2480 e o PicoPix 2330 estão agora oficialmente disponíveis no mercado nacional. Os dois últimos algarismos se referem a intensidade da luz em cada um. Na verdade a tecnologia deles é a DLP, que usa também um LED RGB. Só para efeito de comparação, os projetores mais comuns no mercado possuem em torno de 3000 a 4000 lumens. Mas você jamais vai conseguir colocá-los no bolso, certo?

PPX2330

Philips PPX2330 – Foto: Divulgação

O menor deles, o PicoPix 2330, tem 130 gramas e consegue projetar uma imagem de até 60 polegadas a uma distância um pouco maior que 2 metros. A resolução nativa é 640 x 360 pixels e o contraste estático é 1500:1. Além disto, ele vem com entrada microSD e USB e reproduz sozinho os formatos de vídeos: MPEG4, H264 e RMVB. Segundo o fabricante, a duração da bateria é de 2 horas. Veja o vídeo de demonstração:

Clique aqui para assistir o vídeo inserido.

O preços sugeridos dos aparelhos é 1599, 1899 e 2499 reais do mais simples para o mais avançado.

Pin It on Pinterest