O Google finalmente conseguiu completar a aquisição da Motorola Mobility. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (22/05/2012) por ninguém menos que Larry Page, CEO e um dos fundadores da empresa. O negócio todo custou aos cofres da companhia pelo menos 12,5 bilhões de dólares.

O anúncio da aquisição foi feito em agosto de 2011, mas o processo só foi concluído agora porque compras como esta precisam passar pela aprovação de entidades regulatórias de vários países. No primeiro trimestre de 2012, autoridades da União Europeia e dos Estados Unidos já haviam dado “sinal verde” ao negócio. O mesmo aconteceu recentemente em relação ao governo chinês.

Em seu comunicado, Larry Page anunciou a saída de Sanjay Jha do cargo de CEO da Motorola. Este posto agora será ocupado por Dennis Woodside, executivo que foi responsável pelo crescimento do Google em mercados como Oriente Médio, Rússia e África, além de ter ajudado a empresa a aumentar sua receita nos Estados Unidos. Apesar da transferência de Woodside, ambos os negócios continuarão sendo administrados de maneira separada.

Atenta ao temor de que a aquisição possa fazer com que a Motorola tenha privilégios em relação ao Android, o Google tratou de explicar, desde o início, que o negócio tem como principal motivação a proteção da plataforma: a Motorola Mobility é dona de pelo menos 14,6 mil patentes, sem contar os pedidos de registro; ao possuí-las, o Google terá maior liberdade para implementar e manter recursos no Android, diminuindo os riscos de processos judiciais ou pagamentos exorbitantes de licenças.

De qualquer forma, o Google terá que tratar esta questão de maneira bastante cuidadosa. Como, obviamente, a empresa também deseja contar com a lucratividade da Motorola – a escolha de Dennis Woodside como CEO desta é prova disso –, qualquer movimento mais ousado envolvendo a plataforma Android e a recém-adquirida poderá ser visto como uma tentativa de privilégio.

Referência: Official Google Blog.

Notícias relacionadas: União Europeia e Estados Unidos: Motorola é do Google e ponto final Tablet Motorola XOOM 2 é lançado no Brasil Batalha vencida: júri decide que Google não infringiu patentes da Oracle Depois de quase sair da China, Google quer aumentar atuação no país

Pin It on Pinterest