De tempos em tempos, o Google promove uma “faxina” em seus serviços: aqueles que caíram no esquecimento ou podem ser substituídos por ferramentas mais modernas são simplesmente fechados. Hoje (03/07/2012), a companhia anunciou as suas mais recentes “vítimas”: o serviço de página inicial personalizada iGoogle e o Google Video, que perdeu espaço na empresa depois da chegada do YouTube.

Criado em 2005, o iGoogle tem a proposta de permitir ao usuário ter uma página inicial personalizada em seu navegador com feeds RSS de sua escolha e widgets variados. No entanto, o serviço nunca foi sinônimo de praticidade, sem contar que não oferece as funcionalidades de interação existentes nas redes sociais, por exemplo. A consequência não poderia ser outra: seu número de usuários assíduos nunca foi suficientemente expressivo.

Os usuários que ainda utilizam o iGoogle terão até o final de outubro de 2013 para achar uma alternativa. No primeiro dia de novembro do mesmo ano, o serviço será desativado de vez.

Pin It on Pinterest