Digital_Storm_Bolt_II_Battle_Box_Titan_Z_SE_01

Feito a mão nos mínimos detalhes – Imagem: Divulgação

Exagero no nome e na configuração. Criado pela especialíssima Digital Storm, este computador voltado para o mundo dos jogos foi preparado para suportar o conjunto GeForce GTX Battle Box, da Nvidia. A placa de vídeo escolhida foi a NVIDIA GeForce GTX Titan Z, totalizando 12 GB de memória de vídeo.

O processador é Intel Core i7 4790K e como se não fosse suficiente, ele opera com overclock. A placa mãe é a ASUS Z97I Plus. De memória são 16 GB no padrão DDR3. O armazenamento, como na versão anterior sem esse poder de vídeo, continua com 2 TB. A fonte tem 700 Watts.

Incrível mesmo é colocar o conjunto dentro de um desktop do tipo SFF (Small Form Factor). Para que o gabinete não derreta durante a jogatina, a Digital Storm conseguiu incluir refrigeração líquida, com um radiador de 240 milímetros. O líquido interno desta versão especial tem a coloração amarela e há iluminação interna na cor azul.

O preço desta verdadeira máquina de jogos é altíssimo. São 5 mil dólares, ou cerca de 11380 reais, sem impostos ou despesas de envio. A justificativa não está só na configuração e na tintura que imita cobre no gabinete. A empresa monta e ajusta o sistema nos mínimos detalhes. Faz parte do pacote um suporte técnico, enquanto a empresa existir, para resolver problemas de configuração.

Veja o vídeo oficial do Titan Z Bolt II:

Pin It on Pinterest