Criança que sobreviveu a leucemia é vítima de bullying no Facebook

por | ago 13, 2012 | Sem categoria, TechTudo | 0 Comentários

Uma mãe, que quase perdeu o filho pequeno para uma luta contra o câncer, foi alvo de piadas após postar um comentário em um grupo que satiriza mortes de crianças no Facebook. Julie Wagland, de Sheffield, na Inglaterra, foi atacada por membros da página “Dead Baby Jokes” ("Piadas de um Bebê Morto") depois de ter escrito apenas que estava se sentindo ofendida. Após o desabafo, ela recebeu uma resposta dizendo que a situação de seu filho era hilária.

Billy e sua mãe (Foto: Reprodução)Billy e sua mãe (Foto: Reprodução)

A página, que tem mais de 50 mil curtidas, pode ser banida da rede social. A assistente social se diz chocada com o caso de bullying e afirma que existe uma petição com 22 mil assinaturas para coibir este grupo. No entanto, de acordo com um representante do Facebook, o "Piadas de um Bebê Morto" não viola as políticas da rede social.

“Eu não acho que há uma palavra para descrever pessoas que podem rir de bebês mortos, nem mesmo no dicionário. Acho que eles (grupo) são muito doentes. Não acho que isso seja uma piada”, disse a mãe indignada.

O Facebook diz ainda que deseja encontrar um equilíbrio entre liberdade de expressão e um ambiente seguro online, mesmo que a posição a respeito do grupo seja que a página pode ser ofensiva para algumas pessoas. Este posicionamento causa uma polêmica. Afinal, qual é o limite entre liberdade de expressão e ofensa?

Grupo satiriza mortes de crianças no Facebook (Foto: Reprodução)Grupo satiriza mortes de crianças no Facebook (Foto: Reprodução)

Billy, filho de Wagland, tem quase dois anos e recebeu o diagnóstico de leucemia no ano passado. O menino chegou bem perto da morte, mas ainda realiza seções de quimioterapia e deve ter alta do tratamento em outubro.

Via Daily Mail

By Adilson

Confira estas postagens relacionadas

Em Busca da Cidade Mais Perigosa da Internet, o documentário da Norton sobre cibercrime

Em Busca da Cidade Mais Perigosa da Internet, o documentário da Norton sobre cibercrime

O que leva um hacker a invadir sistemas ou interceptar dados? Interesses financeiros? A adrenalina do desafio? Motivações políticas? O apreço pelo caos? A Norton decidiu abordar o assunto em um documentário deveras interessante: Em Busca da Cidade Mais Perigosa da Internet. Líder mundial em segurança digital, a Norton utilizou a sua vasta

ler mais

0 Comentários

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest