De acordo com dados divulgados recentemente pela FEBRABAN (Federação Brasileira dos Bancos), o número de operações bancárias realizadas a partir de dispositivos móveis cresceu de maneira substancial no Brasil: em 2010, 2,2 milhões de clientes utilizavam esta modalidade; em 2011, este número pulou para 3,3 milhões de pessoas.

Este aumento se deve principalmente à adoção cada vez maior de aparelhos móveis mais sofisticados, mais precisamente, tablets e smartphones. A expectativa da FEBRABAN é a de que, até 2018, o número de transações bancárias móveis seja equivalente à quantidade operações realizadas a partir de PCs e afins.

Esta estimativa corresponde a um número gigante. Só para efeitos comparativos, o Brasil registrou em 2011 nada menos que 66,4 bilhões de transações bancárias, sendo que 15,7 bilhões deste montante se refere a operações via internet, quantidade 25% maior que a registrada em 2010.

O crescimento constante das operações on-line, no entanto, não indica que haverá diminuição no número de agências.

Pin It on Pinterest