Pratical Meter Graph

Quem nunca se perguntou porque um determinado celular carrega mais rápido do que outro quando conectado em uma porta USB do notebook? Qual porta USB carrega mais rápido? Qual dispositivo drena mais energia do notebook ou ainda quanto tempo vai demorar para carregar meu celular com um painel solar? É difícil obter a resposta somente com os dados que dispomos. É aí que entram os três acessórios listados abaixo.

Pratical Meter

Pratical_meter

Pratical Meter USB – Foto: Divulgação

O Pratical Meter foi criado para detectar quanto de potência elétrica, em Watts, seu celular está drenando da porta USB. Com um indicativo luminoso em forma de barras, ele é capaz de medir até 5 Watts. O projeto está no Kickstarter e se você contribuir com 19 dólares (cerca de 55 reais, com despesa de envio, sem impostos), você leva um cabo que força o limite máximo de corrente. Assim seu dispositivo carrega mais rápido, mesmo que a porta não for projetada para isto. O gráfico abaixo dá uma dimensão do tempo que leva para carregar um iPhone se o nível do indicador estiver alto ou baixo.

Centech USB Power Meter CT-USB-PW

ct-usb-pw_01

Centech Power Meter medindo a tensão – Foto: Divulgação

Vendido oficialmente no Japão, este dispositivo mede a tensão e corrente do que você conecta na porta. Ele custa 2980 ienes (cerca de 68 reais, sem impostos). Parece mais interessante para quem gosta de montar circuitos.

PortaPow USB Power Monitor

PowerPow

Precisão e elegância do PortaPow – Foto: Divulgação

Semelhante ao Power Meter, o PortaPow é mais preciso. Ele é capaz de medir variações de corrente de 0,01A, até 2A. Outro detalhe é que ele faz o cálculo e mostra também a potencia elétrica. O preço é semelhante. Ele custa 14,99 libras (cerca de 51 reais sem impostos e despesa de envio).

Como a porta USB carrega meu dispositivo?

Para entender um pouco melhor como funciona a porta USB, vale a pena mencionar algumas informações técnicas. A organização que define os padrões desta conexão é a USB Implementers Forum. Ela tem uma especificação chamada Battery Charging Specification v1.2. Os limites estabelecidos nesta especificação dizem que a corrente fornecida pode ser no mínimo de 500 mA até 1,5 A, com o limite máximo de 5A. O dispositivo que usa a porta USB para carregar sua bateria é obrigado a implementar um circuito que detecta quanto a porta pode fornecer de corrente (geralmente observando a tensão nas portas de dados). E o fabricante do chip controlador, deve implementar um circuito dentro dos limites estabelecidos na especificação. Vale dizer que a especificação é válida para o USB 2.0 e USB 3.0.

Na porta USB 3.0 especificamente, há uma outra especificação padrão que aumenta o limite de corrente, para fornecer até 100 Watts de potência elétrica. Como ambos são apenas recomendações ou consenso entre fabricantes, não significa que todas empresas seguem esta recomendação, por isto um medidor ainda tem sua utilidade.

Pin It on Pinterest