Notebook com modem 3GO mundo terá, em 2020, mais de 50 bilhões de dispositivos dos mais variados tipos conectados à internet, quase quatro vezes mais que a quantidade existente hoje, estimada em 14 bilhões. A informação foi dada recentemente pela Cisco durante um evento realizado em Londres, no Reino Unido.

Essa quantidade assustadora será possível, entre outros motivos, pelo aumento de tecnologias ou opções de acesso à internet e também pela oferta cada vez maior de dispositivos capazes de se conectar à rede, como televisores, carros, geladeiras e, claro, dispositivos móveis, como smartphones. Além disso, o número de equipamentos que se comunicam com outros pela internet sem influência humana direta também deverá aumentar.

No que se refere ao universo dos dispositivos móveis, a Cisco prevê que, já em 2015, a quantidade de aparelhos do tipo conectados à internet será de pelo menos 7 bilhões. Embora a companhia não tenha mencionado isso, muito provavelmente este número será ajudado pelas redes 4G.

A “bola de cristão” da Cisco ainda fez mais uma previsão: para a companhia, o tráfego na internet deverá quadruplicar até 2014 por conta não só do aumento de dispositivos conectados, mas também pelo consumo cada vez maior de vídeos on-line. A empresa não entrou em detalhes quanto ao assunto, mas se este cenário significa que as pessoas preferirão cada vez mais assistir a filmes pela internet, isso indica que o formato Blu-ray estará, definitivamente, “condenado ao esquecimento”.

Referência: The Telegraphy.

Notícias relacionadas: CGI.br: alunos sabem mais de computador e internet do que a maioria dos professores Rock in Rio será transmitido pelo YouTube, mas o Brasil terá que se contentar com a Globo Caixa estuda permitir apostas na loteria pela internet Filmes pela internet: Netflix já está disponível no Brasil

Pin It on Pinterest