Wang Jian, um mecânico chinês de 28 anos, leva na carteira o suficiente para comprar a comida do mês. Mas quem passar em frente a sua garagem, não vai acreditar que ele mal tem dinheiro para sustentar a família.

Atrás do portão, repousa um Lamborghini Reventón. Mas quem pensa que ele pagou 2 milhões de dólares para comprar o carrão da marca italiana, vai se surpreender se chegar bem perto da máquina. Porque vai descobrir que o carro, na real, não é original.

Louco pelo carro, Jian construiu o próprio. Ele usou uma réplica de brinquedo do modelo para fazer o molde e juntar as partes de aço que dão forma ao carro. No vídeo abaixo dá para perceber que Jian não deixou passar nenhum detalhe do modelo original, como as portas que abrem para cima e as linhas agressivas.

O carro, no entanto, não é nervoso como o original. Um motor a diesel de um van Nissan acelera o Lamborghini pirata. E ele nem pode correr tanto: o chassi do carro é de um velho Volkswagen Santana – sim, o mesmo modelo que fez sucesso no Brasil.

Por enquanto, Jian não pode dar umas voltas com seu carrão pelas ruas da província de Jiangsu: falta farol, lanternas e janelas para o carro. Mas em breve, isso estará resolvido. E teremos na China o primeiro Lamborghini pirata do mundo.

Abaixo, um vídeo em inglês sobre o feito de Jian (o áudio está em inglês):

Clique aqui para assistir o vídeo inserido.

 

Pin It on Pinterest