ipadmini2

Novo iPad Mini Retina agrada pela resolução e tamanho reduzido – Imagem: Divulgação

A gigante norte americana Apple começou a vender oficialmente o tablet iPad Mini Retina e o iPad Air hoje, dia 12 de Novembro, sem nenhum evento ou propagandas em massa, já tradicionais e esperadas pelos fiéis consumidores – e fanáticos.

Ainda é uma incógnita o motivo deste lançamento as escuras, mas tudo aponta uma possível falha na nova tela do iPad Mini Retina, que recentemente trocou de fabricante e de tecnologia. Antes era fabricado pela LG e agora a tela é fabricada pela Sharp, com tecnologia IGZO. A especulação é que tal falha teria diminuído os estoques iniciais do aparelho. Todavia não custa lembrar que a Apple costuma lançar novos aparelhos em poucos países e sequencialmente vai dando cabo a distribuição global. Mesmo assim a empresa consegue cravar recordes sucessivos de vendas.

O iPad Mini Retina está disponível nos países: Austrália, China (somente versão Wi-Fi), Hong Kong, Japão, Nova Zelândia, Singapura e, obviamente, Estados Unidos. No Brasil o aparelho já foi homologado na última quinta-feira, como bem pontua nosso parceiro MacMagazine.

A versão mais básica do novo iPad Mini custa 399 dólares e tem 16 GB de armazenamento, com conexão Wi-Fi, tela de 7,9 polegadas de resolução de 2048 por 1536 pixels e um potente processador A7. A versão mais básica do iPad Air sai por 499 dólares.

Pin It on Pinterest