aviaodepapel

Fazer um bom aviãozinho de papel, que voe longe o suficiente para dar orgulho, não é das tarefas mais fáceis. Mas quem não tem paciência para dobrar uma folha do jeito certo e fazer os ajustes necessários logo terá a vida facilitada. Tudo graças a um pequeno aparelho, o PowerUp 3.0 Smart Module – basicamente um motor com um receptor de sinal que transforma uma dobradura em um avião de controle remoto.

O dispositivo, obra de Shai Goitein, consiste em um fio de fibra de carbono, resistente a impactos, com uma hélice e um leme em uma das pontas. Na outra, fica um receptor Bluetooth, um “para-choque” e um pequeno motor elétrico, com carga suficiente para 10 minutos de voo. Todo o conjunto deve ser acoplado a um avião de papel, e é leve o suficiente para deixar o “veículo” voar livremente a uma distância de até 55 metros.

A dobradura é controlável através de um app chamado PowerUp 3.0, que terá versões para Android e iOS. O programa trará na interface todas as informações e ferramentas necessárias para o piloto fazer um voo saudável, como nível da bateria, status de carregamento, qualidade do sinal, um horizonte virtual e uma alavanca para fazer o avião descer e subir. Aliás, a aeronave de papel se “junta” ao smartphone, e vai para os lados conforme o usuário move o aparelho.

Apesar de interessante, o PowerUp 3.0 Smart Module deve começar a ser vendido apenas em junho de 2014, depois de ter sido bem sucedido em sua campanha no Kickstarter – arrecadou mais de 200 mil dólares, quatro vezes mais que a meta original.

Quem quiser contribuir para aumentar a marca ainda pode, e talvez até garanta um protótipo ou um aviãozinho motorizado antes do público em geral. As primeiras 50 unidades, ainda em fase “beta”, devem chegar às mãos de colaboradores já em janeiro, enquanto os apoiadores que contribuíram com menos dinheiro receberão os seus aparelhinhos em maio.

Pin It on Pinterest